segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Ao Meu Pequeno Grande Amor

Hoje é aniversário do meu momozão. Meu netinho está comemorando 1 ano de vida. Passou tão rápido este ano... hoje ele já engatinha por tudo, diferente de quando nasceu quando nos revezávamos do nenenzinho que só queria colo e mamar...ehehehe.



Com eu estou longe dele hoje e a festinha será só no dia 24, resolvi gravar um vídeo para que ele possa ver a vovó cantando Parabéns no dia do seu aniversário.

Ser avó é uma delícia, é uma amor que não se pode mensurar.
Parabéns, pequeno grande amor da vovó! Que papai do céu o abençoe sempre!

video

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Vai e Vem



De tempos para cá venho recebendo insinuações e críticas sobre a minha postura perante algumas pessoas que conhecemos na internet e que tivemos amizade em comum. Eu bem disse: tivemos, já não temos mais.
Odeio meias palavras e insinuações. Prefiro sinceramente que as pessoas cheguem e peçam satisfações, mesmo que elas não tenham muito a ver com a situação.
Em vez de ficar tentando me dar lição de moral, não seria bem mais fácil chegar e perguntar: o que aconteceu com você e fulano que não vejo mais tendo contato? Ou mesmo muito sutilmente perguntar se você tem notícias de tal pessoa? Isso já é suficiente para perceber há quantas anda a sua amizade. Antes de me julgar e ficar jogando na minha cara analisemos a nossa própria postura em sentir-se obrigado a manter uma amizade por conta de conveniências . Muitas das pessoas que cruzam o nosso caminho não nos interessam tanto assim para que nos sintamos obrigados a manter amizade o resto da vida . Amizades são compostas de afinidades e se não há afinidade não há como haver amizade. Infelizmente muitos de nós vivemos em mundos completamente diferentes, temos gostos diferentes e metas diferentes.
Não tenho preconceito de cor, sexo ou posição social, mas tenho o pé atrás com pessoas que tem o hábito de viver do escárnio e da fofoca. Pessoas que mentem e vivem fora da realidade. Dessas quero bastante distância na minha vida. Principalmente pessoas que conhecemos na internet, das quais não sabemos absolutamente nada de suas vidas reais. Isso não quer dizer que todas as pessoas que estão na net estejam nessa condição, muito pelo contrário, mas há algumas que vivem completamente fora da realidade e querem enganar a si mesmas. Gente que gosta de leva e traz. Gente que faz piada da sua cara, mas deus o livre que façam da sua. Gente que se aproxima de você por interesse e se aproveita das coisas que você faz para ganhar fama. Como diz meu mano: tá gozando com o meu pau cara? Kkkkkkkkkkk.
O meu tempo de boazinha, a que faz tudo para os outros, de cumplicidade com quem não faz nada já era. To noutra! Quero na minha vida pessoas que compartilhem sentimentos, que sejam sinceras e que tenham mais o que fazer na vida que ficar passando o tempo na internet bisbilhotando a vida dos outros. Quero aprender muito ainda em minha vida, quero ensinar o que souber e levar a minha alegria que não é pouca.
A amizade é uma estrada de mão dupla, não depende somente de uma pessoa para que a cumplicidade se dê. Não depende de mim somente. Amizade é algo que se conquista e não se impõe, então não sou eu a única “culpada” se nessa estrada alguém se perdeu de mim.
Delícia é no meio do dia, assim do nada, receber uma sms, uma mensagem em algum lugar qualquer que alguém lhe ama. Irritante é ter que ler recados bifurcados por ai dando a entender que você abandonou alguém. Bom seria verem se não fui eu a abandonada.