quinta-feira, 20 de outubro de 2011

A Casa dos Passarinhos

Dize-se que se você quiser trazer para si borboletas deverá plantar flores no quintal. Da mesma forma os passarinhos. Uma casinha com comida para eles no quintal traz a companhia desses bichinhos que me encantam.

Meu pai fez uma linda casinha e colocou no nosso quintal.


Na foto ele e meu mano fixando a casinha no quintal.

O resultado foi maravilhoso e agora eu passo bom tempo capturando imagens desses bichinhos coloridos.









O sabiá sente e age como se fosse o dono do pedaço. Talvez pelo seu tamanho, bem maior que os outros, espanta todos para se fartar sozinho daquilo que gosta.





Até a Saíra de Sete Cores deu o ar da sua graça, chegou perto, mas ficou sem coragem de chegar na casinha para comer. Um dia quem sabe eu tenha a sorte de capturar ela comendo.



Cada momento é uma surpresa, cada dia uma espécie diferente e eu vou seguindo espiando e fotografando os pássaros que eu gosto tanto.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Ao Meu Pequeno Grande Amor

Hoje é aniversário do meu momozão. Meu netinho está comemorando 1 ano de vida. Passou tão rápido este ano... hoje ele já engatinha por tudo, diferente de quando nasceu quando nos revezávamos do nenenzinho que só queria colo e mamar...ehehehe.



Com eu estou longe dele hoje e a festinha será só no dia 24, resolvi gravar um vídeo para que ele possa ver a vovó cantando Parabéns no dia do seu aniversário.

Ser avó é uma delícia, é uma amor que não se pode mensurar.
Parabéns, pequeno grande amor da vovó! Que papai do céu o abençoe sempre!

video

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Vai e Vem



De tempos para cá venho recebendo insinuações e críticas sobre a minha postura perante algumas pessoas que conhecemos na internet e que tivemos amizade em comum. Eu bem disse: tivemos, já não temos mais.
Odeio meias palavras e insinuações. Prefiro sinceramente que as pessoas cheguem e peçam satisfações, mesmo que elas não tenham muito a ver com a situação.
Em vez de ficar tentando me dar lição de moral, não seria bem mais fácil chegar e perguntar: o que aconteceu com você e fulano que não vejo mais tendo contato? Ou mesmo muito sutilmente perguntar se você tem notícias de tal pessoa? Isso já é suficiente para perceber há quantas anda a sua amizade. Antes de me julgar e ficar jogando na minha cara analisemos a nossa própria postura em sentir-se obrigado a manter uma amizade por conta de conveniências . Muitas das pessoas que cruzam o nosso caminho não nos interessam tanto assim para que nos sintamos obrigados a manter amizade o resto da vida . Amizades são compostas de afinidades e se não há afinidade não há como haver amizade. Infelizmente muitos de nós vivemos em mundos completamente diferentes, temos gostos diferentes e metas diferentes.
Não tenho preconceito de cor, sexo ou posição social, mas tenho o pé atrás com pessoas que tem o hábito de viver do escárnio e da fofoca. Pessoas que mentem e vivem fora da realidade. Dessas quero bastante distância na minha vida. Principalmente pessoas que conhecemos na internet, das quais não sabemos absolutamente nada de suas vidas reais. Isso não quer dizer que todas as pessoas que estão na net estejam nessa condição, muito pelo contrário, mas há algumas que vivem completamente fora da realidade e querem enganar a si mesmas. Gente que gosta de leva e traz. Gente que faz piada da sua cara, mas deus o livre que façam da sua. Gente que se aproxima de você por interesse e se aproveita das coisas que você faz para ganhar fama. Como diz meu mano: tá gozando com o meu pau cara? Kkkkkkkkkkk.
O meu tempo de boazinha, a que faz tudo para os outros, de cumplicidade com quem não faz nada já era. To noutra! Quero na minha vida pessoas que compartilhem sentimentos, que sejam sinceras e que tenham mais o que fazer na vida que ficar passando o tempo na internet bisbilhotando a vida dos outros. Quero aprender muito ainda em minha vida, quero ensinar o que souber e levar a minha alegria que não é pouca.
A amizade é uma estrada de mão dupla, não depende somente de uma pessoa para que a cumplicidade se dê. Não depende de mim somente. Amizade é algo que se conquista e não se impõe, então não sou eu a única “culpada” se nessa estrada alguém se perdeu de mim.
Delícia é no meio do dia, assim do nada, receber uma sms, uma mensagem em algum lugar qualquer que alguém lhe ama. Irritante é ter que ler recados bifurcados por ai dando a entender que você abandonou alguém. Bom seria verem se não fui eu a abandonada.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Encontro na Sede - 09 de julho de 2011

Com um tempo emburrado como esse que chove as pampas, nada melhor que postar uns vídeos e falar sobre alguns encontros. Por falar em Pampas, a chuva que cai aqui vem lá dos Pampas, deixo então para a gauchada uma clássica que filmei, está sempre presente nos nossos encontros musicais.



Peço perdão pelas tremidas, é que eu filmava em pé e dançando. Nem lembrei do meu quadril lesado, com o calor todo que estava rolando ali dentro e junto desse pessoal que sempre me dá muito gás, é impossível ficar parado.

Comidinhas rolaram junto aos bébes e o destaque na minha opinião foi o aperitivo folhado que o Ney e o Vini fizeram. Era um treco impossível de parar de comer. Temperado com ervas, alho e amendoim, isso aqui me traz lembranças com água na boca. Não vou desmerecer o Hackepeta que o Eve fez que também era delicioso, mas o outro para mim foi novidade.




Lá pelas tantas o “caboco bebedor” já havia baixado em alguns e olha que teve um que perturbou bastante, dando banho de cuba em todos e indo ao chão com tombos hilariantes, não sei como não se quebrou todo. Dizem que criança e velho Deus põe a mão por baixo... hahahaha. Teve que ser carregado para o carro, o santo não conseguia mais nem andar. De toda a minha vida em parceria com esse povo eu nunca vi disso...ahahahahahaha. Dispensa-se a identidade do tal, quem lá esteve viu...hihihihihi.






Fica aqui então o registro de uma das melhores noites que passei ultimamente, eu amo de paixão fazer isso: cantar, dançar, dar muita risada e estar em companhia de bons amigos.
Valeu galera da sede, valeu Dudu, esperamos a sua volta para mais uma dessas. Que seja em breve.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Tramas e mais tramas

Hoje tirei um tempo para ouvir uma pessoa que há tempos eu encontrei na internet, num dia daqueles que a gente fica procurando coisas, novidades, boa música, enfim: entretenimento. Não que não tivesse nada para fazer, eu sempre invento muito o que fazer, mas para dar aquele stop básico no dia, um relax para depois voltar as atividades normais.
Fui ao meu canal do youtube para ouvir John Butler que toca muito.
Vou falar numa linguagem bem simples e um tanto rude que eu gosto de usar: toca pra caralho!!!
Na época que o descobri trocava figurinhas na net com a Necka Ayala. - Querida Necka estou com muitas saudades de ti.
Lembrei das cordas, tramas e tranças nossas...ahahaha. To trazendo aqui algumas coisas do J. Butler que eu penso que vais gostar. Fiquei passadassa com o show do cara, viajei lembrando das nossas trocas.
Nossas cordas e tramas que não se partiram, apenas se esticaram... kkkkk. Quando é que tu vens a minha terra, hein maluca?

Deixo essa para ti


Saca! Ela que é cheia de tramas e acordes deliciosos, as cordas dele fazem um óhmmmmmmmnnnnnnnnn, uohmmmmmmm...delicioso...ehehehehe.

Ai... nessa viagem já pintou o Fe, terapeuta e amigo. O cara que tem o maior coração do mundo que eu já conheci. Imagine uma pessoa que não é grande fisiamente, que gostaria de ser né Fe? kkkkkkk, mas não precisa, pois quando vem vindo fica tão grande, como se fosse um coraçãozão andando com duas perninhas. Eu nem faço esforço abrindo os braços para aconchegar todo o seu peito coladinho no meu... heheheh. Você foi o outro grande parceiro musical da net, a quem apresentei o J. Butler e pelo qual se apaixonou. Tanto que na sequência trouxe mais outras coisas dele e nessa procura das coisas dele rolaram outros nomes, que mais tarde hei de citar. Mais uma trama que as cordas trouxeram e que fizeram tranças com certeza pelo resto de nossas vidas.
Fica essa aqui do John
para ti meu amor:


E para os que não conhecem ou conheceram agora eu deixo Funky Tonight. A vida tem que ser sempre .funkytonight
Aproveita, aumenta o som e sacode.


Juntei, amarrei Necka e Fe nas cordas e tramas da minha vida com John Butler...ehehehe.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Dando as caras

Finalmente resolvi das as caras por aqui novamente. Andei meio sem saco!
O inverno chegou e anda bem friozinho por aqui. Hoje, 27 de junho caiu bastante a temperatura e la pela madrugada ela esteve nos 3°, o que é bastante frio no norte do estado. Já no começo de junho também tivemos temperaturas baixas e aqui na minha casa em dias assim não tem nada melhor que acender o fogão a lenha, ele esquenta bastante a minha área de estar, funcionando como uma lareira. Já aproveito e boto uma panela para fazer pinhão ou uma sopa. Aí só falta alguns bons amigos para compartilhar.
Deixo aqui algumas fotos do começo de junho, na companhia de amigos, fizemos pinhão e aproveitamos o calorzinho do ambiente para fazer um fondue.






Aproveito o embalo para dizer aos amigos que eu não sumi, estou sempre onde sempre estive. As vezes encontro algumas pessoas por ai que reclamam o meu sumiço. Oras! Além de estar onde sempre estive, vivo conectada pelos sites por ai que todos conhecem e também tenho telefone...ehehehehe. Apenas não tenho mais curtidos as baladas, elas não fazem mais a minha cabeça. Prefiro festinhas caseiras. Éééééééé....virei gambá caseira. Ainda tomo minha cervejinha, ainda vivo com o som ligado no bom e velho rock. Só não estou fervendo mais, mas eu ainda estou viva. Hehehehehe.