quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Tribusana 30-12-09

Passando em casa para organizar algumas coisas antes da viagem do meu filho, resolvemos voltar para a casa de praia só no dia 31 por que o fervo lá está uma coisa de louco. É povo para tudo que é lado, filas de gente, fila de carro, fila até para tomar banho de mar.
O calor que tem feito é insuportável, no estado inteiro e depois de um dia tão quente só poderia resultar numa baita trovoada.
Gravei alguma coisa pois fiquei abismada com a intensidade do vento. Desde que eu vivo aqui nesta casa eu nunca vi algo do tipo.
O vento foi tão forte que chegou a arrancar uma calha da casa.





video

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Feliz Natal!!



Deixo aqui meu FELIZ NATAL à todos que me seguem,à todos que passam, aos que bisbilhotam, as que fuçam, aos que tudo.
Na correria total de fim de ano, muito de bem com a vida, desejo festas cheias de amor e paz a todos os seus.
Que esses dias sejam de encontros e reencontros de amigos e familiares e que a paz reine no coração de cada um.
Peço desculpas aos que eventualmente eu me fiz ausente mas minha vida nos últimos dias tem sido um tanto tumualda com mudanças que surgiram, mudanças boas claro. As ruins serviram para refletir algumas atitudes impensadas e vamos embora de 2009 deixando todas as urucubacas para trás. Que elas sirvam de lição para fazer tudo melhor em 2010.
Despeço-me para um retiro da internet por alguns dias.
Sintam-se todos beijados com carinho.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

E Eu Continuo Correndo Atrás do Tempo

Ontem ouvi um comentário de um neurologista de como a modernidade escraviza o homem. Não estou reclamando necessariamente das minha atividades, mas observando como com o passar do tempo vamos acumulando coisas para fazer.
Antigamente as pessoas acordavam com o galo cantando e dormiam com o cair da noite. Comiam coisas mais saudáveis e exercitavam mais o corpo com as atividades físicas de suas tarefas diárias,tudo era tão mecânico...
Hoje tudo é digital, tudo é mais fácil, só que nem por isso descansamos mais, e sim temos mais atividade mental. Essa atividade mental exagerada tem deixado o homem de hoje estressado, depressivo, com distúrbios de sono e doente.
Muitas coisas fazemos de forma obsessiva, correndo contra o tempo e o mais engraçado disso é que apesar da ciência hoje, através da medicina dar uma “sobrevida” maior ao homem, estamos nos matando com isso tudo.
Eu ando correndo atrás do tempo com as coisas que arrumo para fazer, gosto de me ocupar e não paro desde a hora que acordo até a hora de dormir.
Claro que muitas das minhas atividades se comparadas com as de outros provocariam risadas em muitos, afinal, não é serviço braçal nem tem vínculo empregatício, está mais ligado a minha satisfação pessoal, mas não deixa de exercitar o meu cérebro e ocupar totalmente o meu tempo, a ponto de me obrigar a dormir em certos horários para recuperar as energias.
Com isso o ano está se indo, não fiz exatamente tudo o que queria fazer este ano, mas grande parte do que me propus eu cumpri.
Talvez eu tenha ficado em falta com alguns amigos por que me afastei um pouco para dar conta das minhas coisas . Talvez eu tenha parecido indiferente com outros ao declinar de convites e privá-los da minha constante alegria e bom humor, mas eu realmente entrei em 2009 para cuidar mais de mim. Ele se vai e eu ainda não fiz tudo o que eu queria... hehehehe, mas faz parte, sempre se deixa uma tarefa para o dia seguinte e uma das regras para não se estressar é: Não é preciso fazer hoje o que você pode fazer amanhã.
É um pouco nessa filosofia que a minha vida tem seguido e por isso eu também ando um pouco ausente por aqui.
É óbvio que parte do meu tempo gasto é também para observar as boas coisas que a vida me dá e entre elas não posso deixar de destacar que o Natal já chegou em meu quintal.



sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

´É pois é... então...

Anduuuuuuu, meio desligaduuuu, eu nem sinto, meus pés no chãoooo...
Já diz a letra da música o que venho sentindo, mas não é negativo, estou numa fase ótima.
Não briguei com ninguém, não cortei contato com ninguém, apenas estou numa fase mais “in”, mas não é negativo.
Já numa vez, ao usar a frase inicial do texto, alguém pediu que eu verificasse minha glicose que poderia estar perdendo peso muito rápido e com isso me sentir assim... Hahaha... nada a ver, foi apenas uma maneira de dizer que eu estou na minha.
Uma coisa é certa, eu não perco mais tempo com coisas que não me dão prazer ou que me aborrecem. Tem aquelas coisas que aborrecem, mas que somos obrigados a fazer, só que em relação aos amigos eu não gosto de me sentir obrigada a nada. Gosto de ter liberdade de procurar quando quero e também de dar uma sumida quando me dá vontade.
Outra coisa que é certa é que não tenho mais saco para aturar alfinetadas. Ainda quando é gente do nosso convívio, da vida real onde há uma troca, até se entende as alfinetadas. Agora, no virtual ficar agüentando inveja de broaca de mal com a vida? Ninguém merece!!!
É provável que muitos não entenderão as colocações, mas quem aqui acompanha, me conhece e sabe por onde ando, sabe ao que me refiro.
Eu lá tenho culpa de brilhar? Se da minha personalidade é normal que eu me destaque, pela maneira de ser que tenho, pelo meu alto astral e um certo sarcasmo exacerbado que tenho em algumas colocações? Me perdoe mas até de mau humor eu uso do bom humor...ehehe... que me entenda quem me entende.
Estou numa fase ótima, cuidando de mim, do meu corpo, das minhas coisas. As tarefas que eu assumo tem me absorvido bastante fora da internet e isso faz de mim uma pessoa feliz por que tenho me ocupado muito. As vezes até eu acordo no dia querendo fazer 1000 coisas e o dia passou e eu não fiz nem 100 delas. Não acordo um dia sem pensar em tantas coisas que eu quero e tenho que fazer, me ocupo 24 horas por dia. É claro que pelo menos umas 7 delas são dormindo. Meu espírito precisa disso e também a minha cútis exige.
Mas deixo então notícias minhas: eu vou muito bem... muito mesmo... agora findo aqui este texto que estou ficando com dor de barriga e como ser humano normal vou me concentrar nessa atividade fisiologia também tão prazeirosa.
Hehehehe